Conectate con nosotros

Geral

Estudo descreve desafios do merchandising de grãos

Publicado

en

Ao mesmo tempo, grandes empresas controlam uma parcela maior dos ativos de origem de grãos

Um novo relatório do Rabobank indicou que existem vários fatores que estão desafiando o atual modelo de merchandising de grãos. De acordo com os especialistas do banco, as empresas tradicionais de grãos terão que se transformar rapidamente se quiserem ter sucesso nesse ramo de negócio.

O relatório, “Armazenamento de grãos nos EUA e desafios para o tradicional merchandising de grãos”, diz que não são apenas padrões de armazenamento na fazenda e marketing de produtores que desafiam a viabilidade de longo prazo do modelo de merchandising existente. Essas razões são frequentemente dadas como explicação por grandes e pequenas empresas de grãos para ganhos relativamente pequenos.

Stephen Nicholson, analista sênior de grãos e oleaginosas do Rabobank, disse no relatório que a situação é muito mais complexa. “Contribuir para um aperto nas margens também é a concentração de ativos de origem de grãos e capacidade de armazenamento nas principais empresas de grãos, maior competição por grãos no país de muitos usuários finais, atores do setor com diferentes objetivos e modelos de negócios, maior competição por negócios de exportação e jogadores mais ágeis”, escreveu.

Um número menor de produtores está controlando uma grande quantidade de grãos. Como tal, eles controlam a produção, a logística e o armazenamento e tornam-se um vendedor viável para processadores e instalações de exportação. «Em outras palavras, eles se tornam um concorrente direto», disse o relatório.

Ao mesmo tempo, grandes empresas de grãos controlam uma parcela maior dos ativos de origem de grãos. No entanto, eles ainda estão enfrentando desafios de lucratividade e existe uma maior competição com processadores, exportadores, grande operação pecuária e terminais de exportação competindo por grãos. Fonte: Agrolink

Sigue leyendo
Anuncio

Más popular