Conectate con nosotros

Notas

Afinal, a soja é da direita ou da esquerda?

Publicado

en

Como a soja chegou ao Brasil? Quem trouxe as primeiras sementes dessa oleaginosa? Essas são indagações que ainda estão sem uma resposta conclusiva. Para muitos, a soja chegou ao Brasil em 1822. Nesse ano foram relatados os primeiros testes com algumas variedades no Estado da Bahia. Não se sabe mais nada dessa experiência inovadora dos baianos. De onde vieram essas variedades, quem as trouxe, a quais conclusões chegaram, foram plantadas por agricultores? São indagações que a história ainda não contou. Mas esse terreno fica ainda mais movediço. Os raros agricultores ou estudiosos atuais que se preocupam com a questão não desconhecem esse pioneirismo dos baianos, mas não lhe dão importância. Entendem que a soja têm como seu marco inicial em solo brasileiro nos estudos realizados na Estação Agropecuária de Campinas em 1901. Não é o que pensa a esquerda brasileira. Em seu livro «Pagu, Vida e Obra», um dos maiores nomes da literatura nacional, Augusto de Campos, conta que ouviu de Raul Bopp, outro importante nome da literatura e da diplomacia brasileira o seguinte relato: «A escritora Patricia Galvão, numa viagem ao Oriente, fez relações de amizade com Mme. Takahashi, casada com o Diretor da South Manchurian Railway. Com a influência de sua amiga, Pagu tinha fácil acesso ao Palácio de Hsingiking. Conversava informalmente com o jovem Imperador Puhy. Ambos pedalavam as bicicletas, dentro do parque amuralhado da residência imperial. Quando, numa de suas viagens a Cobe, Pagu me narrou o ambiente de familiaridade que existia em Hsingiking, pedi que ela procurasse arranjar com Puhy algumas sementes selecionadas de feijão-soja…». E Augusto de Campos continua a narrativa: «Logo, Bopp receberia, procedentes da Manchuria, dezenove saquinhos com semente de soja, que foram enviados ao Brasil e depositados em viveiros de aclimatação». Assim, a esquerda comemora a audácia de sua maior representante feminina da história nacional em conseguir a soja que chegaria ao Brasil. Há um pequeno episódio narrado pela Embrapa que, talvez, corrobore essa vinda da soja ao Brasil pelas mãos de Pagu. Diz o texto da Embrapa: «Um dos grandes incentivadores da cultura no Estado de São Paulo foi Henrique Löbbe, Diretor do Campo Experimental de Sementes de São Simão. em 1921 foram iniciadas naquele campo experimental as pesquisas com soja a partir de cinco variedades vindas da Manchuria».
Essas duas narrativas poderiam ser complementares, o problema está nas datas. Falta alguém para dirimir essa dualidade de entendimento. Alguém que se proponha a preencher os vazios que estão criados pela pobreza histórica. Não conseguimos nem mesmo contar a história do alimento que mais divisas traz ao Brasil.

Sigue leyendo
Anuncio

Más popular